[Resenha Nacional] Elegia - Décio Gomes


Olá queridos leitores!
Hoje vim trazer outra resenha BR de uma obra lacradora!


Mais uma vez comprovei o quanto sou fã do autor Décio Gomes.

E essa resenha vai ser difícil descrever, pois trago a opinião do

 último livro das Crônicas Ridell, Elegia!


Parando de enrolar e bora ao que interessa!

Let's go!





ElegiaAs Crônicas Ridell # 3
Décio GomesISBN: B01MRMKAX3
Ano: 2016 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: PEL

"Sete anos depois dos assustadores eventos vividos no interior da majestosa mansão Ridell, Albertine e Rosa haviam por completo recomeçado suas vidas. Ao lado do fiel padre Jullian e do pequeno Nathan, o fruto do turbulento passado de Albertine e Jeremy, viviam dias tranquilos na cidade – longe da mansão e de todo o seu passado junto aos Ridell.Sem aviso, porém, visões dos dias de terror passam a perturbar a pequena família em reconstrução. Aparições de Jeremy tornam-se perigosos avisos nos pesadelos de Albertine, e tudo o que parecia adormecido ressurge para por a sanidade e a vida de todos em perigo. O herdeiro da misteriosa e antiga família, assim, lentamente torna-se uma inevitável ameaça, trazendo à tona tudo o que deveria estar para sempre enterrado.Os fantasmas retornam, os demônios renascem, e revelações cada vez mais obscuras batem às portas, entregando segredos que podem desmascarar não só os vivos, mas também os que descansam a sete palmos do chão. Sob as carícias das trevas e a penumbra das mais negras noites de sua existência, Albertine por fim descobrirá que, seja na vida ou na morte, família é para sempre."Sem aviso, porém, visões dos dias de terror passam a perturbar a pequena família em reconstrução. Aparições de Jeremy tornam-se perigosos avisos nos pesadelos de Albertine, e tudo o que parecia adormecido ressurge para por a sanidade e a vida de todos em perigo. O herdeiro da misteriosa e antiga família, assim, lentamente torna-se uma inevitável ameaça, trazendo à tona tudo o que deveria estar para sempre enterrado. Os fantasmas retornam, os demônios renascem, e revelações cada vez mais obscuras batem às portas, entregando segredos que podem desmascarar não só os vivos, mas também os que descansam a sete palmos do chão. Sob as carícias das trevas e a penumbra das mais negras noites de sua existência, Albertine por fim descobrirá que, seja na vida ou na morte, família é para sempre."

SOBRE O AUTOR


Décio Gomes é pernambucano, nascido no fim da década de oitenta. Amante da literatura de mistério e terror desde criança, é também grande admirador da cultura geek, colecionador de games e discos. Suas maiores influências vêm de nomes como Edgar Allan Poe, Márcia Kupstas, Marcelo Rubens Paiva e Arthur Conan Doyle. 
Teve sua carreira literária iniciada em 2012 com o romance Albertine, livro que lhe rendeu excelentes críticas e notas em jornais, revistas e blogs sobre literatura. Desde então mantém seus lançamentos periódicos, sejam romances ou contos.

CONTATO: FACEBOOK YOUTUBE INSTAGRAM - SITE - WIDBOOK



Resenha.


Já tivemos por aqui a resenha dos dois primeiros livros dessa trilogia de arrepiar (Minueto da Madrugada e Albertine), então agora os personagens são nossos velhos amigos e conhecidos nesse livro estão à procura de um desfecho. Então enfim saberemos o que houve com a nossa heroína Albertine, a guerreira Rosa e o nosso bravo Padre Julian, conhecemos todos os mistérios por trás da velha maldição dos Ridell  e o que houve com o pobre Jeremy.

"Albertine gritou, implorou por ajuda, sentiu as lágrimas quentes

escorrendo pela face, mas nada disto impediu que sua prisão fosse novamente fechada e ela se visse, mais uma vez, soterrada pela escuridão."


São muitas emoções e sustos, temos um novo personagem chave nessa nova história, o herdeiro (quem será?) terá que retornar a mansão para que todo mal tenha um fim, ou não...
Como tudo isso começou? E quem está por trás de todo o ódio e maldade contra os Ridell.

"Quando as trevas vorazes devoraram tudo o que restava de Albertine, ela por fim realizou um último suspiro, sentindo o coração silenciar enquanto as vozes do inferno gritavam e clamavam por seu nome: “Seja bem-vinda, Albertine. Este é o seu novo e eterno lar.”

Não importa o quanto Albertine e os seus tentem se afastarem ou esquecerem o passado, ele sempre irá encontrar uma maneira de cobrar a conta com juros e mostrar que não adiantar tentar enganar o mal sem sofrer as consequências nefastas.

"Tentou desmentir o que via, tentou encontrar qualquer outra possibilidade, mas nada era o suficiente para fazê-la abandonar a única conclusão que alcançara. Estava diante de uma pintura da mansão Ridell, pintada em tons pastéis pela única pessoanaquela família que jamais chegara a conhecê-la."

Caramba tentei resumir sem spoiler.


Minha Opinião:

Caramba! Que livro! Eu acho que eu deixei bem claro nas primeiras resenhas o quanto eu amei a escrita do Décio, mas esse livro teve um desfecho sensacional. Foram muitas surpresas até a última página, uma história que te fisga e arrebata o coração.

"Assim como Deus nem sempre age sozinho e faz o bem através de seus anjos, o Diabo tem também os seus ajudantes. Além disso, é importante mencionar que o bem e o mal existem dentro de cada um de nós. Cabe a cada um ponderar e decidir por qual lado quer andar. É preciso, porém, que ambos estejam em equilíbrio constante."

Quem acha que vai ler a trilogia Ridell e ficar apenas com medo sendo por ser uma história de terror está completamente enganado, esse livro tem muitos ensinamentos embutidos. Como instinto de amizade e proteção ou o amor que é capaz de ser mais forte que qualquer maldição ou maldade.

O sacrifício em prol daqueles que amamos o amor mais puro e verdadeiro capaz de nos fazer abdicar até mesmo de nossas próprias vidas para dar uma chance para quem amamos viver em paz, mesmo que não estejamos mais aqui.

O Décio foi muito Malvado e me deu muito sustos durante o discorrer dessa história, fui enganada várias vezes com suas artimanhas mirabolantes, teve uma parte que quase tive uma síncope de tanto chorar graças a um dos personagens que achei que morreria e... E outro que não esperava ele foi lá e matou sem dó (Décio coração peludo).

No todo o livro foi o melhor dos três volumes notoriamente mais bem traçado, planejado e elaborado. A escrita continua descritiva, fluída e elaborada a ponto de conectar aos personagens e nos vermos de volta ao século XIX em seus cenários misteriosos e lúgubres.

Os personagens estão com mais personalidade e cumprem seus papéis fundamentais sem deixar furos na trama, o enredo é criativo, intenso e sombrio. A revisão está muito boa, a capa condiz completamente com o conteúdo, dando um ar soturno e espectral para fazer com que o leitor se prepare para as páginas que estão por vir.

"Nos lábios finos e pintados de escarlate podia ser vista a

maldade, vermelha como sangue, delineada como as curvas de uma estrada que leva a um fundo precipício."



Só me resta parabenizar mais uma vez o Décio pelo magnífico trabalho tanto na parte escrita, quanto na gráfica e dar cinco estrelas e favoritar essa série que está eternizada no meu coração.

É isso, gente. Comentem se já tiveram o prazer de ler algo do Décio, se conheciam ou pretendiam ler e deixem seu feedback sobre a resenha. Acham que contei demais, de menos ou no ponto?
 Porque, cara, quando amo um livro, me empolgo e foi esse bem o caso :x

Até a próxima, povo!

Beijocas e até mais!

Giu

3 comentários:

  1. Só felicidade ao ler essa resenha. É de uma alegria imensa saber que a minha trilogia conseguiu despertar tantos sentimentos em você, Giu. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh Décio, um prazer imenso ler seus livros, todos que li até hoje foram experiências maravilhosas e engrandecedoras, continue com seu lindo trabalho fazendo nossa alegria!

      beijos.

      Giu

      Excluir
  2. Demorei mais tô aqui (tô meio depre esses dias kkkkkk). Aaaaaaaaaaaah... Que resenha maravilhosa, eu concordo com tudo que você falou. Super amei. Aquela personagem que morre... Meu core sangrou. Tbm já é minha trilogia favorita. A escrita do Décio é incrível msm.
    Parabéns Giu. 😙😙😙

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.