[Resenha Nacional] Monalisa Desenhando A Morte - Danny Belo


Olá Clubenautas!

Como estão passando? Espero que ótimos!
Hoje pra colorir um pouco nosso blog teremos resenha da nossa parceira Danny Belo e seu livro “Monaliza desenhando a Morte” que foi publicado em 2016 pela também parceira a Editora Arwen.
Querem saber o que achei?


Cola em mim e venham ler a postagem!


Monalisa Desenhando A Morte - Danny Belo                          ISBN: B012HF205IAno: 2016 / Páginas: 216                       Idioma: português

COMPRE AQUI - SKOOB     Editora: Arwen

Após viver em vários lugares do mundo e fixar raízes em Chicago, nos Estados Unidos, a jovem Monalisa, funcionária de uma galeria de artes e aspirante à artista, pretende ingressar na Universidade da Califórnia para se livrar de sua mãe, com quem tem um relacionamento bastante conturbado. Porém, nem tudo acontece como ela planeja. Na noite tempestuosa de seu décimo oitavo aniversário, o destino resolve testar todos os seus limites, direcionando-a a um caminho completamente aterrorizante que coloca a sua vida e a de quem ama em perigo.Para conseguir sobreviver, Monalisa terá que desenhar a morte e sem tempo a perder, ela vai trilhar inúmeros caminhos que a levarão a conhecer melhor a si mesma e as pessoas ao seu redor. Pânico, vingança e morte, o que você faria se sua única saída fosse um lápis?

Romance / Suspense e Mistério


Quem é a autora?

"Danny Belo, pseudônimo de Danielli Maria de Belo Silva. Começou no universo da escrita, após o convite de uma amiga de escola que sugeriu que escrevessem um romance juntas. A história não fora concluída, por conta das ocupações de ambas, e as preocupações da chegada do vestibular. A autora tentou dar continuidade no Tumblr, mas também não deu certo, pausou em 2013. Porém o sonho de publicar seu primeiro livro ganhou força no final de 2014. No segundo semestre de 2015, Danny assinava seu primeiro contrato com a Editora Arwen. E neste ano, Monalisa, sua primeira obra concluída, encontra-se em pré-venda e em breve pretende ganhar não só as prateleiras e estantes das livrarias, como a de muitos leitores de todo o Brasil. Sentenciada é sua segunda obra, ainda sem data de publicação."
Contato: Instagram Facebook





RESENHA





Viver viajando de um lugar ao outro como errantes nunca foi do agrado de Antonella e Monaliza que eram sempre obrigadas a constantes mudanças desde que saíram de Milão pela primeira vez, deixando para trás seu pai e o seu lar, sua mãe nunca explicou porque tantas mudanças, seu pai era assunto proibido, Minerva era uma mulher batalhadora, mas que vivia mais para o trabalho do que para as próprias filhas e isso fez com que Lisa (apelido de Monaliza) se afastasse muito de sua mãe, Ella era mais próxima a Minerva, talvez por ser tão parecida com ela.
“Depois de alguns anos, outra proposta surgiu e Minerva não hesitou em partir para Chicago com as filhas um pouco mais crescidas”.

Quando enfim elas criam raízes em Chicago- EUA e a vida das três estão mais estabelecidas, as meninas agora já são adultas, Ella é uma advogada e está prestes a ficar noiva, Lisa namora e está terminando o ensino médio, gosta de pintar e tem muito talento. Chegada a sua tão temida maioridade, a pretensão de Lisa é ir embora fazer faculdade no estado da Califórnia, um dos motivos é por achar que deixará de ser um estorvo para sua mãe.
“(...) Vá! É um sonho que você sempre quis seguir, por que mudar agora? – questionou Minerva, dando de ombros. - Está bem! – concordou, encerrando o assunto. Acredito que não vê à hora de me ver partir, pensou”.

Um dos motivos de desavença de Minerva e Lisa é a falta de informações sobre o pai e a falta de interesse da mãe pelas coisas da filha mais nova, Lisa é muito apaixonada por seu namorado Derick que parece ser o único a apoiá-la além de Ella.
Lisa acaba descobrindo que Minerva escondia delas as correspondências de seu pai e confronta a mãe que age coagida com os questionamentos das filhas acaba por culpando e destratando a filha mais nova que é consolada por sua irmã.
“- eu e minha tentativa falha de unir a família- desabafou com a voz embargada (Lisa) – Eu te admiro muito! Um dia ela irá reconhecer tudo tem feito pra que ela nos valorize mais, não tenha duvidas.”
O clima entre mãe e filha estava cada vez pior, e o aniversario de Lisa estava cada dia mais próximo, o único que trazia paz para moça era seu namorado  que tentava sempre tentar alegrar a sua vida.
“Derick era, sem sombra de duvida, uma parte importante de sua vida. Ele conseguia trazer-lhe paz em meio aquela tempestade. Fazia-a se sentir especial  e o que sentia por ele não podia ser explicado em palavras.”

Só que o comportamento de lisa de ficar se excluindo de tudo e cada vez mais arredia faz com que Minerva se preocupe com a filha mais nova que joga na sua cara os anos de descaso que a mãe lhe ofereceu durante 18 anos de sua vida, o que deixa a mãe desolada, pois a ama e só não sabe chegar até ela. Mas depois de uma conversa com a filha mais velha resolve tentar se acertar com Lisa a apoiando mais em suas decisões.

Minerva encontra um desenho muito bonito de Lisa e resolve fazer uma festa surpresa pra a moça com ajuda de Ella. Só que no grande dia uma Lisa radiante sofre com uma terrível decepção com uma das pessoas que mais ama, então ao sair correndo em meio a uma tempestade sofre um grave acidente que mudará para sempre sua vida e de todos que a cercam.


Após a quase morte, ela "renasce"  com dons sinistros que trará dor e morte através de sua presença e da sua arte.
"Levou as mãos ao peito sentindo o coração bater descompassado, ainda sem compreender em qual momento tinha ido para o quarto e começado a rabiscar tal desenho. Coçou a cabeça, bagunçando os cabelos intrigada. Teria ela desenhado à morte?"

O livro tem uma história bem original e seu andamento é bastante rápido e surpreendente.  A escrita da autora é simples e fluida, o livro em si e pequeno e a história corre bastante, mas para quem como eu curte um livro mais dinâmico que chega logo ao ponto sem enrolação ele é o tamanho ideal.

A história é cheia de suspense, reviravoltas e mudanças o que faz com que nós os leitores meio que surtassem se perguntando: o que será que vem pela frente agora? Mas até o último ponto final o livro foi inusitado e deixou boquiaberta.

Parabenizo a autora pela audácia e inovação, algumas situações achei que poderiam ser melhores explicadas e exploradas como o porquê da fuga repentina da mãe com as filhas e porque ela ter mantido segredo e distância com o pai, mas nada que atrapalhasse o andamento da história principal.

Quanto à parte gráfica não achei erros de revisão que me incomodassem, a capa e diagramação estão lindas e condizem com a história, às folhas são em papel pólen sendo o tamanho e a fonte em tamanho bons que facilitaram a leitura sem cansar os olhos.

Recomendo para quem gosta de um livro curto e fluido com uma historia recheada de reviravoltas com muito suspense e mistério.

Nota: 4/5 (muito bom)




Obrigada Danny por ser essa possoinha linda e 
 por confiar seu livro ao nosso blog!

Até a próxima pessoal!

Não esqueçam de comentar o que acharam.

Beijos e até mais.




4 comentários:

  1. Eu adorei esse livro da Danny, a história é bem maluca mesmo hahaha mas é justamente isso que a torna diferente e inovadora.
    Acho que as pessoas tem que arriscar mais a sair do quadrado e fazer diferente.
    A Danny usa um recurso muito legal a lá Tarantino e eu adorei a forma como isso se desenvolveu.
    Quanto a não falar da família e tal, acho que esse não era, de fato, o foco. Para mim o foco foi a união das três (mãe e filhas) e como isso sucede.
    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê sua linda obrigada por comentar! Eu achei bem inovadora mesmo a história e fiquei meio de queixo caído algumas vezes, a Danny é amor e foi lindo conhecer a obra dela. As questões familiares eu meio que sou muito curiosa, então sempre quero mais kkkkkkkkkkkkkkkk Mas o livro é muito bom mesmo.

      Beijos!!

      Excluir
  2. Oi Giuliana, tudo bem? Achei a história bem intrigante. o fato de ser cheia de suspenses e muitos mistérios em apenas 216 páginas, dá a entender que a autora é dona de uma habilidade rara. Gostei da capa e da sinopse, são bem convidativas por expressarem que vale a pena conhecer esse trabalho. Boa resenha! Fiquei curioso para conhecer o final dessa história. Parabéns pelo blog! Bom trabalho! Vá Além!

    https://mundopossivelsonhospossiveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gerson, tudo bem?
      Obrigada pela visita!!
      O livro foi uma grata surpresa em todos os sentidos!
      Volte sempre S2 Obrigada pelo carinho!

      Beijos

      Giu

      Excluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.