Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] Borborema - Letícia Godoy


Olá leitores!

Hoje vim falar sobre Borborema da autora Letícia Godoy, que foi publicado pela Editora Arwen.  Eu fiz a leitura dessa obra em três dias mais ou menos, e demorei a vir relatar sobre ele pois foram muitas emoções a serem amadurecidas para contar a vocês o que senti. 

Vejam bem, são quase quatrocentas paginas e o livro fluiu maravilhosamente, é daqueles livros que você não quer que acabe e mesmo assim acaba devorando porque não aguenta de ansiedade para saber o final. Tenho impressão que cada vez que ler algo da Letícia eu vou tomar um susto pelo amadurecimento visível nas suas histórias.

Vamos parar de enrolar e contar logo mais sobre a história e minha opinião sobre a obra!

Let´s go!



Borborema

Letícia Godoy

ISBN-13: 9788568255766

ISBN-10: 8568255760

Ano: 2016 / Páginas: 346

Idioma: português 

Editora: Arwen

SKOOB 

COMPRE AQUI

Annabel é uma mulher fria e calculista, que fugiu do seu passado para a cidade grande e construiu uma vida "segura" e invejada por muitos. Sua intenção era nunca mais olhar para trás, porém um telefonema muda tudo e a obriga a voltar à Borborema, a fazenda de sua família.
Lá, ela terá que enfrentar muito mais do que inicialmente havia imaginado. Conflitos familiares, medos particulares, um assassinato que de alguma forma pode estar relacionado a ela e um homem que promete abalar as estruturas nada firmes de seu ser. 
Borborema promete envolver e encantar o leitor da primeira à última página.
Romance / Romance policial


Letícia Godoy

Biografia
Letícia Maria de Godoy nasceu em 13 de fevereiro de 1994 na cidade de Curitiba, no Paraná, porém cresceu em Siqueira Campos, onde descobriu, sentada sob as sombras da casa onde morava, o seu gosto pela leitura. Aprendeu a ler e escrever aos 4 anos de idade, tendo como primeira professora sua mãe, e aos 8 anos começou a escrever seus primeiros contos em restos de cadernos escolares. Desde então, nunca mais parou. Aos 17 anos passou no vestibular para ingressar na faculdade de Letras, um sonho que se tornou realidade. Aos 18 anos, publicou três contos na antologia intitulada Pontos da Vida, sua primeira aventura no ramo da literatura. Atualmente dedica-se a escrita de romances, a revisões textuais e pesquisas no ramo da linguística aplicada.
Fan Page - Skoob



RESENHA

Annabel é uma jovem advogada que mora na cidade grande, mas nem sempre foi assim, ela veio do interior uma jovem cheia de sonhos quebrados e com um passado de dores antigas, se tornou uma fortaleza e se mantém em toda sua sobriedade longe de qualquer contato pessoal mais profundo que possa fazer com que ela se machuque novamente.

Ela assumiu sua vida com mãos de ferro e vestiu uma couraça de mulher dura, impiedosa com quem merece, pois apesar de sua dureza ela é uma mulher justa e não defende uma causa na qual não acredite na veracidade.  Com toda sua eficiência se tornou braço direito de seu chefe André em um importante escritório de advocacia em ascensão, depois de vencer um dos casos mais difíceis e importantes de sua carreira Annabel recebe uma notícia que vai abrir em sua mente e coração um turbilhão de pensamentos e lembranças de um passado que ela mantém enterrado.

Um telefonema da sua família, a mesma família que nunca quisera saber dela por mais de quinze anos, a família que a renegara, que deixou com que ela saísse no mundo sem rumo por pecados antigos os quais doíam só de lembrar, seu pai estava muito doente, e eles queriam que ela fosse antes de sua morte, será que ela deveria remexer nessas feridas que já haviam se fechado pelo tempo? O que eles queriam com ela depois de tantos anos?

Ela resolve que a melhor maneira de saber as resposta é indo fazer as perguntas, afinal ela já não era mais a menina doce, ingênua e quebrada que saíra de Siqueira Campos da fazenda Borborema, agora ela era uma mulher, forte e bem resolvida, ou ao menos é o que ela achava até pisar naquela cidade e seus pensamentos e coração serem bombardeados por lembranças doces e dolorosas da vida que levara ali.
“A Cada quilometro percorrido, mais perto do reencontro eu me sentia e de certa forma isso me causava arrepios. Como seria? Não queria pensar...”

Ao ser recebida por seu irmão mais novo Henrique, o coração de Annabel transborda de amor e duvidas, como será que seria recebida por sua “família” na fazenda, qual era o verdadeiro estado de saúde de seu pai?

Depois de muitas emoções na chegada sendo recebida por sentimentos conflitantes entre os seus familiares e vendo o estado lastimável em que seu pai se encontra, ela sai pelas terras de Borborema e acaba em uma situação inusitada com um dos funcionários da fazenda de seu pai uma implicância surge para dar raízes a novos sentimentos no coração da moça.

Após muitas revelações duras, Annabel vai descobrir que às vezes velhas feridas precisam ser remexidas e sangrarem novamente para que a felicidade venha de forma plena e verdadeira. Mas antes dela encontrar essa tal felicidade, ela precisará desencavar segredos dolorosos, enfrentar um velho inimigo e isso a fará sofrer como nunca antes. Ocorrerá nesse ínterim a transformação para sempre em uma nova mulher, uma mulher que sabe a força do amor, do perdão e da família.

“A pior prisão é ter um coração fechado. Meu coração há muito tempo tinha se tornado rude, endurecido por todas as coisas que havia passado, mas eu não me orgulhava disso de maneira alguma. Sentindo a água morna cair sobre minha pele, pensei em todas as vezes que perdi a oportunidade de viver um grande amor e tudo que eu tinha mais próximo disso era a imagem de um certo peão de boiadeiro.”

No meio disso tudo ela não deixará de ser a Annabel justa e impiedosa atrás da verdade e dos culpados por todas as desgraças que assolaram aquelas terras após a sua partida.


Uma história de amor, superação, justiça, lealdade e um suspense que vai deixar o leitor sem fôlego até a última pagina.

Minha Opinião

        Esse livro me pegou bem desprevenida, eu esperava um drama/romance (não sou de ler sinopses, lembram?) por isso quando vi que misturava além desses dois gêneros suspense policial eu fiquei boquiaberta, ela tem muito talento mesmo pra fazer um quebra cabeça e juntar cada peça com todo cuidado para o leitor ficar maravilhado e surpreso com as reviravoltas.

        A palavra previsível não consta no vocabulário dessa autora, isso eu tenho certeza! O final foi totalmente :O como assim? Mas, quer saber? Eu torcia de verdade para que o personagem que cresceu tanto na obra tivesse um final feliz ao lado de Annabel e não posso dizer quem é então sorry! Você terá que ler e descobrir, o coração de Annabel é uma caixinha de surpresas que foi muito gratificante desvendarem.

        Posso dizer um segredo e espero que a autora não fique triste por eu comparar a escrita dela aqui, mas lá vai porque sou fã da autora que vou comparar e pra mim é um elogio, a Letícia tem o dom da Nora Roberts de fazer uma trama rica em drama sem ser melodrama, com suspense e romance na medida certinha sem tornar a historia piegas ou monótona, eu não sou adeptas a romances rosinhas e cheio de frufru e mocinhas frágeis e Annabel é a antítese disso. Ela é forte, corajosa e humana, ela também tem seus defeitos e um deles é que às vezes ela é um pouco insegura, e, é isso que gostei mais na personagem.  Pois quem quer perfeição, quando sabemos que pessoas de carne e osso têm sim os seus defeitos e erram muito também até acertarem de vez, não é mesmo?

        Sobre a parte gráfica, eu sou suspeita pra falar algo, sou apaixonada pelo trabalho da Editora Arwen tanto nas capas quanto na diagramação do livro, a revisão está muito boa, não reparei nenhum erro que me incomodasse durante a leitura, o livro é bem dividido em capítulos curtos o que faz com que a leitura não pareça longa demais. As folhas são em papel pólen em um ótimo tamanho e fonte para a leitura.

Se eu recomendo? Lógico, o livro pra mim foi maravilhoso e se tornou um dos meus preferidos da estante. Ao leitor que quer uma obra rica em sua totalidade e muito bem escrita vai se sentir em casa na fazenda Borborema!

Nota 5/5 e Favoritado com louvor!


Então é isso. Já leram ou leriam essa obra? 

Deixem sua opinião. 

Até a próxima postagem, pessoal!


Beijos.



5 comentários:

  1. Olha, estou sem reação para a sua resenha, dona Giuliana! Que coisa linda, que honra em ver algo assim do meu livro... tipo, é meu livro, gente! Obrigada, Giu, de coração.
    Você e esse blog tem me ajudado mais do que nunca em tudo o que preciso. Vocês são demais!
    Essa resenha com certeza vai ficar no meu coração e ser comparada a Nora Roberts foi um senhor elogio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda to em caso de amor por esse livro Lê! Continue escrevendo muito, e acredito piamente em você e no seu talento! Parabéns pelas metamorfoses na literatura, cada dia me surpreendo com a sua notória evolução na escrita com histórias cada vez mais elaboradas e bem escritas. Beijão!!

      Excluir
  2. Genteeeeee... Fiquei super afim do livro agora. Resenha maravilhosa, amei. Adoro um suspense e livros que me deixem boquiaberto. Hahahaha
    Com certeza vai pra lista. ❤😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que amor você. Mirosmar, obrigada!

      Excluir
    2. Na arte de ser fofo o Mirosmar domina! Melhor seguidor do blog! S2

      Excluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.