[Marcio Zanini 78] Entrevista Roseli Magro - Editora Xeque Matte

Olá leitores!

E lá vamos nós. Segura na minha mão e vem. Uma vez por semana iremos publicar uma entrevista com os autores da editora Xeque Matte. Para começar, não poderia ser diferente se não fosse ela, a madrinha da editora. Roseli Magro, a primeira a publicar pela Xeque Matte.

Roseli é uma querida por todos. Simpática, alegre e de bem com a vida, nos presenteia com seu emocionante livro: Brilho do Sol.

Segue a sinopse e informações do livro e logo abaixo a entrevista.


Brilho do Sol é o nome de uma cidadezinha nordestina onde acontece a história de João, um menino de oito anos, que mudou a história do sertão de tal forma que nunca mais esse lugar voltará a ser o mesmo. No livro a fome existe, é fato, e ela dói, mas é fato também que o amor existe e ele é a estrutura para a felicidade. O amor ou a falta dele se materializam no bem contra o mal, uma constante luta durante toda a narrativa. Qual vencerá?



1 – Como foi seu início na literatura? Aquele momento em que você percebeu que gostou de ler e sentiu vontade de ler mais e outros livros?
Quando eu era adolescente, comecei a ter contato com fotonovelas, que eram histórias em que autores eram fotografados e as falas apareciam em balões, como as histórias em quadrinhos (hoje é estranho falar disso rss) mas existiu viu!!!
Logo depois entrei no mundo da literatura de verdade. Com quinze anos, li Papillon. Fiquei encantada. O próximo foi Pássaros Feridos. Só livro grande. Daí por diante, eu devorava o que vinha na minha frente. Lia poemas, declamava-os. Lia Gonçalves Dias, Castro Alves, Drummond etc. Meu mundo era a Literatura. Eu vivia totalmente envolvida por ela.

2 – Em que momento pensou em começar a escrever suas próprias histórias?
Eu era adolescente quando subia na laje da minha casa, ficava olhando em volta dela, o verde do mato e inventada minhas histórias. Vivia sonhando. Aliás, é como sou, uma sonhadora que o tempo, mesmo com duros aprendizados, não conseguiu apagar.
Sempre escrevi, a minha vida toda. Eram crônicas, poemas, contos espalhados em qualquer lugar. Amo escrever, sempre amei, independente de publicar ou não. Isso sempre pertenceu a mim. É o ar que respiro.

3 – Sua visão do mercado mudou de quando quis ser escritor para este momento em que está publicando? Qual foi a maior mudança de pensamento a respeito?
Eu nunca pensei em publicar algo que escrevi. Acredito que tudo acontece porque tem que acontecer. Sempre ouvi que não cai uma folha de uma árvore se Deus não permitir. Então acredito que Brilho do Sol tinha que ser publicado e foi. Para mim, foi muito fácil. Meu filho, Arley França, autor do livro “A Guerra dos Anjos”, preparou todo o caminho. Conheceu as pessoas certas. Eu apenas fui envolvida e meu filhinho aconteceu, porque tinha que acontecer, porque Deus quis assim e pronto. Tudo foi muito fácil, desde o momento em que comecei a escrevê-lo. Tive a ideia numa manhã, escrevi-a em dois meses e depois de quatro estava sendo lançada. Não é demais isso? Não é de Deus?

4 – O que os leitores podem esperar a respeito da história?
A história é daquelas que existem para um objetivo maior. O amor é o maior aprendizado que podemos ter nessa vida e se tem uma coisa nessa história e que se aprende muito é sobre esse sentimento. Eu também aprendi muito conforme escrevia, até chorava. Momentos inesquecíveis.

5 – Quais os planos para os próximos livros depois do seu atual a ser lançado pela Xeque Matte? Algum gênero que gostaria de escrever?
Estou escrevendo um livro sobre crianças que nascem com abstinência do crack. José é um menino que nasce prematuro e o meio em que vive já dá para se ter uma ideia né. As ideias estão surgindo como um nó que está sendo desatado. Nossa, dói até de pensar o que ainda vou sentir. Ai, meu Deus!!!


6 – Como está sendo sua experiência com a Xeque Matte?
As pessoas envolvidas no trabalho da Xeque-Matte são anjos que nasceram para fazerem os autores realizarem seus sonhos. Nunca vi um trabalho com tamanha excelência. Deus do Céu!

7 – Por fim, deixe seu recado livremente. Seus agradecimentos e o que lhe vier a mente.
Meu coração está batendo forte no momento só de escrever essas poucas palavras. Escrever é uma das coisas que amo muito fazer. Eu espero, do fundo do meu coração, que minhas palavras toquem o coração do ser humano e o faça refletir sobre a vida e tudo o que nós passamos nela. Que a vida deixa de ter sentido se não nos preocupamos em crescer como seres humanos e o verdadeiro valor da vida está em aprendermos que o amor vale a pena e é o caminho para a verdadeira felicidade.
Agradeço a você, Márcio, que está me dando a oportunidade de escrever essas simples palavras, mas que são tão importantes para mim. Agradeço também a quem estiver lendo, e digo, de verdade, amo você, porque o amor, antes de tudo, vale a pena e como vale. 

Para adquirir o livro da Roseli, basta acessar:


Livro: Brilho do Sol
Autor(a): Roseli Magro
Isbn: 978-85-9444-00-8
Formato: 14x21cm
Tipo: Brochura
Edição: 1
Páginas: 160
Ano: 2016
Classificação: 14

Sobre quem escreve a coluna MarcioZanini78:

Marcio Zanini  

mora em Bauru. É o autor de Vítimas da Obscuridade e Crônicas de Markus (aguardando lançamento). Escreve e esta constantemente criando histórias desde que se entendo por gente. Durante muitos anos trabalhou com Histórias em Quadrinhos em algumas editoras de São Paulo, onde pode colocar em prática sua imaginação. Atualmente compartilha suas ideias e pensamentos através de textos. Ama escrever e é isso que faz na vida.
Redes sociais: Skoob - Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.