Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Outubro Sangrento] Resenha Nacional: Lacrymosa - Juliana Daglio

Olá, Clubenautas!
Hoje temos uma resenha para lá de especial!
Precisamos falar sobre....



Lacrymosa - Juliana Daglio


Sinopse temporária: O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha. Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo.

Degustação no Wattpad >> AQUI



Conheça mais um pouco sobre a autora  Juliana Daglio

Vinte e poucos anos, Psicóloga Clínica, apaixonada por Psicanálise, viciada em Livros e amante do Rock Britânico. Desde criança foi vidrada em faz de conta e inventava inúmeros personagens para conversar. Assistia a filmes sobre vampiros já aos seis anos, mesmo que tivesse que se esconder atrás do sofá. Na adolescência, dizia que iria ser uma Libélula. Hoje em dia se diz uma adulta confusa, que ainda adora vampiros, não ganhou asas de libélula, mas escreveu um livro sobre elas, transformando seus personagens inventados em pessoas reais, embora sejam feitas de tinta e papel.

Autora do livro “Uma Canção para a Libélula I e II, com projetos que não param de aparecer. O Submersão é o seu mais recente lançamento pela Editora Arwen.        FACEBOOK INSTAGRAM -  TWITTERSITE - WATTPAD








Sabe aquela velha máxima de que não importa o quanto você se esconda do seu passado, pois os monstros do armário sempre o acompanharão? Valery desistiu de sua vida para poupar todos aqueles a que mais amava de sua sina. O mal a queria, a espreitava, então, um dia depois de um terrível acontecimento, um mensageiro veio a sua procurar e lhe deu uma escolha: fugir ou ficar e ver todos da sua família em risco. Sua opção foi largar tudo para trás e começar uma nova vida, com uma nova identidade: Valery.

Esse era o único nome pelo qual ela seria chamada nessa nova vida.

Agora ela era uma policial e usava toda a frieza para combater o mal de uma maneira limpa e a favor da justiça. Quem olhava para a mulher de cabelos de fogo e corpo esbelto não imaginaria, jamais, quantidade de cicatrizes da sua alma. Ela carregava, em seu corpo, uma herança que considerava maldita, além de carregar o peso de várias gerações de sacrifício de uma missão da qual não entendia e muito menos aceitava. Ela era avessa a relacionamentos e, apesar de seu parceiro Axel ser completamente apaixonado por ela, não dava-lhe grandes esperanças. Sua relação era, apenas, de amizade e sexo, e como era bom para ambos, ela achava que era melhor mantê-la assim.

Valery era temida e respeitada na pequena comunidade de Darkville e seu superior a tinha como um de seus “melhores homens”. Um dia, um caso novo chamou atenção de todos: uma mulher fora brutalmente assassinada e o possível assassino, o marido, sumira carregando consigo sua filha, a pequena Anastacia. Quando ela e Axel vão atrás de pistas para localizar o suposto assassino, ela descobre que o mal está de volta de maneira aterradora, usando como porta uma criança inocente.



O caso não é de polícia, Valery sabia muito bem quem era o verdadeiro culpado dessa história. Ele não era detido por algemas e não respeitava as leis. Era o mal e estava naquela cidade não por acaso. Ele queria algo, alguém e Valery sabia quem ele queria. Reticente, ela faz uma ligação para a única pessoa que poderia ajudá-la com esse caso de possessão, pois eles não estavam lidando com um demônio qualquer, mas, sim, com algo maior e muito mais perigoso.

A luta para salvar a pequena Anastacia 
é frenética. Para saber quem e o que trouxe esse demônio das profundezas do inferno, eles terão que se unir, acreditar e lutar com todas as suas forças para não deixarem o mal vencer.

Porém, a vinda de Chastain iria remexer no passado e em todas as suas feridas que estavam sendo curadas pelo tempo. Ainda lhe resta alguma escolha se o mal sempre encontra o caminho que o leva até ela?






Gente, tentei não dar spoiler nenhum, apesar desse livro ser intenso e assustador para se ler e descobrir sozinha o que tem por trás dos caminhos emaranhados e muito bem traçados. O livro é intenso, forte e assustador. Nunca, um livro me fez sentir tanto medo de demônios como esse (cheguei a ouvir vozes :o)

Valery é uma incógnita. Ela é forte e sensível. É uma heroína anti clichê, com força e obstinação que não tem vergonha ou pudores para chegar a um bem maior através da força bruta. Seu charme é natural, quase que instintivo. Ela é uma sobrevivente que vive sua vida tentando mascarar sua bondade e solidão com frieza e indiferença. Ela veste uma máscara para mostrar-se forte o tempo todo, mas, no fundo, podemos enxergar o quanto, na verdade, ela vive em conflito por se considerar nociva às pessoas que estão a sua volta. Ela não quer ser especial, quer, apenas, viver a sua vida e que se ressente por tudo que deixou para trás.

Chas é um personagem maravilhoso. Um padre em conflito com seus sentimentos, com uma missão da qual nunca teve escolhas. Ele tem o peso de um passado triste, marcado pelo encontro com o mal. No passado, queria apenas ser um homem comum, mas teve que fazer uma difícil escolha por amor.

Axel é um homem com um senso de bondade e justiça que permeiam seu caráter, mas que tem uma fraqueza que vai custar muito caro na história Seu amor não correspondido por Valery vai abrir brecha para que ele seja usado pelo mal.

Nessa história temos personagens marcantes demais. Se fosse falar 
um pouco sobre todos essa resenha teria no mínimo umas 50 páginas..hahaha Então, me concentrei nos principais.

A história é assustadora e não parece um invenção a esmo. 
A Ju parece ter pesquisado bastante sobre o tema. Você lê e vai tendo dúvidas sobre o quanto disso tudo poderia ser real, afinal, o bem e o mal povoam o mundo há mais tempo que a própria humanidade.

Quem está acostumado com a escrita poética da Juliana pode se assustar a principio com algumas cenas e pensar: caramba, como essa moça com carinha de anjo pensou em algo tão diabólico e intenso? Mas ela soube manter sua característica poética/reflexiva ao ponto do livro ter trechos que eu tive que dar uma parada, uma respirada para pensar e seguir em frente.

De longe, esse é o melhor livro que li em 2016! 
 Ele é completo, denso, visceral e apaixonante. Ele mexe com você e com todos os seus sentidos, seus medos e seus sentimentos. Não temos vilões apenas de um lado. Temos a ambiguidade de ambos os lados e conhecemos um pouco mais a morte, a vida, os conceitos de Deus e, também, os demônios e o inferno.

Na verdade, eu que amei o livro “Demonologista”, achei esse ainda melhor que ele em vários sentidos. A escrita da Ju é muito profunda como a escrita de Pyper, mas os seus personagens são mais intensos. Seu enredo é mais assustador e verídico, sem contar que o livro tem um toque de fantasia que o deixou um tanto quando belo. Sim, você não leu errado. Eu morri de medo na mesma proporção que fiquei encantada com esse livro.

Vale ressaltar que li a versão beta do livro, então, muita coisa pode ser modificada quando chegar até vocês, porém, façam-me um favor: leiam! Por favor, leiam esse livro, pois ele é muito bom e quero que vire uma série interminável de tanto que amei. Sabe quando um livro te pega e não te larga por dias? Esse livro é assim. Se você não curte terrorzão, mesmo assim dê uma chance, pois os conceitos do bem e do mal e as reflexões poéticas da Juliana valem à pena por si só. Gente, eu que amo terror fiquei extasiada por ter podido ler assim, nessa fase de construção. Foi uma honra imensa e a Juliana, para mim, virou (já era) definitivamente uma das autoras que mais amo ler, Falo isso  com a convicção de quem já leu um conto e quatro de seus livros... hahahahaha.

Grupo de Apoio ao Movimento Publica Lacrymosa > AQUI

Esse livro merece ser favoritado e ser publicado pela editora rainha do terror, Darkside. #PublicaLacrymosa #Darkside. Esse livro merece um lugar de destaque nas estantes e corações trevosos de seus leitores!

Juliana, muito obrigada pela oportunidade de ler esse livro em versão beta. Você é incrível, menina. Nunca duvide um dia sequer da sua capacidade de escrita e de que sempre, sempre estarei com você, acompanhando seus passos de escritora e quiçá, amiga cantante hehehehehe...

Obrigada, rainha libélula, por me deixar fazer parte de sua vida e de sua caminhada pelo sucesso (que vai chegar logo, logo com toda essa sua humildade e talento).

Te amo, Ju!


Playlist fan made






Estão gostando do especial?
Continuem de olho que vem mais coisa por ai!
Até mais S2
Beijos tenebrosos da...

~Giu~

6 comentários:

  1. Em um sério caso de amor com essa resenha!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jujubaaaaaaaaaa linda foi um prazer ler mais um livro seu, você definitivamente é um das minhas autoras preferidas de todo mundo <3

      Giu

      Excluir
  2. Adorei a resenha, Giu. Estou ainda mais ansiosa para ler o livro completo.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei conhecer essa face mais dark da jujuba, o livro é maravilhoso Tati S2

      Excluir
  3. Voltando para reler e sentindo a mesma alegria! <3

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.