Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[AUTORES PARCEIROS] Apresentando JULIANA DAGLIO - SEJA BEM VINDA!!!!

Oi meus amores hoje vindo apresentar esse doce de pessoa! 
Gente ela parece uma boneca!! !( e com a vantagem de que escreve lindos livros...rsrsrs!)
Eu conheci a Ju no Wattpad e fui conhecendo um pouco seu trabalho com o livro O LAGO NEGRO, gente os trechos que li foram de arrepiar! 
Ela escreve muiiiiiiito bem e dá maior orgulho ter essa guria aqui conosco!
Os livros dela são psicologicamente densos, bem até ai nada anormal, já que a moça não é nada menos que....Psicologa! Olha que maraaa!!!!
Sério, se não ler os livros dela vou ter um surto psicótico só para parar no consultório dela e assaltar a estante dessa querida!!!! O livro UMA CANÇÃO PARA LIBÉLULA tem uma das sinopses mais interessantes que li nos últimos tempos e que capa linda!!! 
Além de tudo.... Que capas maraviLindas ( tá bom, eu confesso sou amante de lindas capas)...!!!!!!! 
Notaram que virei fã dela?!? 
Pois é, a primeira fisgada no meu coração foi quando vi as capas dos livros, e nem vem que não tem! 
Para explicar meu fascínio por capas: Capa de livro pra mim é como o sorriso e o olhar das pessoas se você não se encantar e se apaixonar a primeira vista o interesse e a química demora a rolar...rsrssr!

Sobre a Autora JULIANA DAGLIO

Biografia


Autora de "Uma Canção para a Libélula" parte I, publicado em 2014, dentre outros projetos que não param de aparecer, é uma aficionada por faz de conta e psicóloga clínica nas horas extras.
Interiorana de São Paulo, com seus vinte e tantos anos, mas os pés ainda presos na adolescência.
Na adolescência, dizia que iria ser uma Libélula.

Hoje em dia se diz uma adulta confusa, que ainda adora vampiros, não ganhou asas de libélula, mas escreveu um livro sobre elas, transformando seus personagens inventados em pessoas reais, embora sejam feitas de tinta e papel.  
Desde criança foi vidrada em faz de conta e inventava inúmeros personagens para conversar.
Seu primeiro amor foi o Vampiro Lestat, que viu pela primeira vez quando tinha seis anos, escondia atrás do sofá por ser proibida de ver filmes de terror. 
Viciada em Livros, Café e Rock, passa seus dias com seus personagens conversando por aí.  
Amante da Psicanálise e uma fã incondicional das teorias de Sigmund Freud, sua atividade favorita de prozar a respeito do que há de mais obscuro na alma humana, compondo personagens deliciosamente perturbados e com muitos aspectos que podemos encontrar em cada um de nós.


Sobre suas obras: 

Uma Canção para Libélula

SINOPSE: Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula.
Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro.
Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta.
De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuro e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.

Clique no Carrinho e adquira já o seu!


O lago Negro

Capa provisória

SINOPSE
Verônica é uma garota problemática marcada por um passado obscuro, sendo sua grande luta manter os pés na sanidade. Personagens fictícios de uma trama sobrenatural rondam sua mente dia e noite, bem como um lago de águas negras que a atrai em sonhos e devaneios. Ao se mudar para o interior do estado a fim de cursar Jornalismo, ela sente que finalmente poderá colocar seus personagens no papel e construir um livro.
A nova cidade não tem o ar acolhedor esperado. A neblina constante e o clima hostil ficam a cada dia mais evidentes. Imersa naquele cenário nebuloso, Verônica dá início à sua trama, mas percebe-se imersa em um conflito à medida que suas palavras começam a virar um relato real do passado daqueles moradores.
Um casarão, um verdadeiro Lago de águas negras, e a odiada e misteriosa família Caprini. Ingredientes que tornam seus dias mais sombrios e mais insanos. Sua mente tem segredos que ela parece ser incapaz de resolver. Segredos que moram nas páginas de seu livro.
Prestes a perder o controle sobre sua trama e sobre sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis que está interessado no casarão e nos Caprini. Desconfiada de suas intenções ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus, e que eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida.
O Lago de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas?

ASSISTA O BOOK TRAILER DO LIVRO UMA CANÇÃO PARA LIBÉLULA

Contato nas Redes Sociais com a Autora: