[Lançamentos Xeque-Matte] Céu de Santo Amaro.

Olá Clubenautas! Hoje viemos apresentar-lhes mais um lançamento da Editora Xeque-Matte. Trata-se do livro Céu de Santo Amaro, do autor Beto Santos.
Vem conhecer o autor e a obra!



BIOGRAFIA DO AUTOR: Beto Santos nasceu em 12 de novembro de 1997, na cidade de Santos, litoral paulista. Atualmente mora na cidade de Cubatão (SP), é designer gráfico, porém não exerce a profissão, e é estudante de letras. Adquiriu gosto pela leitura aos 10 anos de idade ao ler o livro "A Ilha Perdida". Aos 14 anos, quando estava assistindo a novela "Ti-ti-ti", da Rede Globo, teve a ideia de escrever histórias. Foi colunista juvenil do jornal da cidade "Acontece". No ano de 2016 publicou uma antologia chamada "Um Dia de Domingo" no livro "Sabor da Paixão", pela editora Andross. Atualmente dedica-se a escrever seus novos romances, tem um grupo de teatro em sua cidade e estuda para ser professor de português.





SINOPSE: Juan é um rico e bem-sucedido empresário, proprietário de uma rede de docerias. Muito religioso, sofre muito por ser homossexual, começando pela sua não aceitação. Após a morte de sua mãe, ele conhece Gustavo, um rapaz dócil, amável e muito apaixonado por Juan. Os dois se casam e tudo vai às mil maravilhas, até que Mathias, um dentista, que vem a ser o seu amor de juventude, reaparece repentinamente, deixando Juan muito dividido entre Gustavo — seu marido —, e Mathias — seu primeiro amor.

Com a ajuda do padre Antônio, pároco da Igreja Matriz, e de sua irmã Ana, Juan terá que enfrentar o preconceito religioso e escolher entre os dois amores. Tudo isso sob o céu da cidade fictícia de Santo Amaro.
Para adquirir o livro visite o site da Editora Xeque-Matte:

Clique abaixo para visitar o livro no Skoob


Esse livro fez com que eu me lembrasse da música "Céu de Santo Amaro, de Flavio Venturini. E realmente a música faz parte da trama, tendo um trecho inclusive na abertura do livro. Confira:

 “Olho para o céu
Tantas estrelas dizendo da imensidão
Do universo em nós
A força desse amor
Nos invadiu
Com ela veio a paz, toda beleza de sentir
Que para sempre uma estrela vai dizer
Simplesmente amo você”

Flávio Venturini e Caetano Veloso
Confira a música Céu de Santo Amaro






[Resenha Internacional] "O céu está em todo lugar" - Jandy Nelson

Olá pessoal! Tudo bem?
Hoje temos resenha internacional do livro “O céu está em todo lugar”, da autora Jandy Nelson, autora, também, de “Eu te darei o Sol”. “O céu está em todo lugar” conta toda a trajetória de Lennie Walker e sua tentativa de entender, aceitar e superar o luto pela morte abrupta de Bailey, sua irmã e melhor amiga.
“Como vou sobreviver a esta saudade? Como os outros fazem? As pessoas morrem o tempo todo. Todo dia. Toda hora. Há famílias no mundo olhando para camas em que ninguém mais dorme, para sapatos que não são mais usados. Famílias que não precisam mais comprar um tipo específico de cereal, de xampu. Há pessoas em todo lugar na fila de cinema, comprando cortinas, passeando com cachorros, enquanto, por dentro, com o coração despedaçado. Durante anos. A vida toda. Não acredito que o tempo cura. Não quero. Se curar, não significa que aceitei o mundo sem ela.”Bailey, sua irmã e melhor amiga.

O céu está em todo lugar – Jandy Nelson

Ano: 2011
Idioma: Português
Páginas: 424
Editora: Novo Conceito


Sinopse
Lennie Walker, obcecada por livros e música, tocava clarinete e vivia de forma segura e feliz, à sombra de sua brilhante irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre de forma abrupta, Lennie é lançada ao centro de sua própria vida, e, apesar de não ter nenhum histórico com rapazes, ela se vê, subitamente, lutando para encontrar o equilíbrio entre dois: um deles a tira da tristeza, o outro a consola.

O romance é uma celebração do amor, também um retrato da perda. A luta de Lennie para encontrar sua própria melodia em meio ao ruído que a circunda é sempre honesta, porém hilária e, sobretudo, inesquecível.  


Resenha

As irmãs Lennie Walker (dezessete anos) e Bailey Walker (dezenove anos) são integrantes de uma família nada tradicional. Não conheceram o pai e pouco lembram da mãe, que abandonou as filhas ainda muito pequenas para se aventurar no mundo. Após a fuga da mãe as irmãs passaram a morar com a avó e o tio.
A avó, uma mulher que apesar de sua excentricidade, pois acreditava nos poder das flores e plantas, tinha bons sentimentos, amava as netas e vivia incentivando-as a acreditarem no retorno da mãe. O tio Big, um homem muito simpático, divertido, floricultor, viciado em maconha e que já passou por cinco casamentos, sabe de tudo um pouco, mas, sua especialidade são as plantas.
A irmã, Bailey, era exemplo e inspiração de Lennie. Era alegre, divertida, determinada, conselheira e melhor amiga de Lennie. Tinha grandes metas e sonhos para sua vida, entre eles, ser atriz. Como Lennie dizia, Bailey iluminava tudo e todos. Tinha luz própria e morreu de forma abrupta e inesperada, fazendo o que mais gostava: no palco, ensaiando a peça Romeu e Julieta.
Bem, a morte, por si só, sempre afeta e abala amigos e familiares e não foi diferente no falecimento de Bailey, que era irmã, cuidadora, conselheira, melhor amiga e menina dos olhos de Lennie. Cada um com sua dor e reação. Bailey tinha um namorado, Toby que, na busca de encontrar consolo para a perda de Bailey, se aproxima de Lennie. Emoções e sentimentos se associam, gerando expectativas e confusão em Toby e Lennie. Nesse intervalo, surge Joe Fontaine, um rapaz dono do sorriso mais lindo e espontâneo que Lennie conheceu e mais confusões de sentimentos acontecem.
“Joe está com um sorriso do tamanho do continente. Será que ele olha assim para todo mundo? Será que ele é maluco? Seja lá o que ele for, é contagioso. Antes que me dê conta, estou imitando seu sorriso do tamanho dos Estados Unidos, unindo-os ao Havaí e a Porto Rico.”
Gente, o que posso falar sobre o livro? Eu o considero uma das mais lindas histórias de dor e superação que já li. A autora foi extremamente feliz e criativa no desenvolvimento do enredo e na criação dos personagens. A dinâmica que Jandy Nelson utilizou para que Lennie expressasse toda sua dor e saudades da irmã foi original. A narrativa não é como na maioria dos enredos. Não é uma narrativa direta dos personagens com os leitores, mas, sim, são apresentados fatos, fotos, momentos, cenas e metáforas que dão entendimento, empatia e provocam emoções diversas nos leitores.
“Todo o conhecimento de Bailey não vale mais nada. Tudo o que ela aprendeu a vida toda e ouviu e viu. A sua forma específica de ver Hamlet ou as margaridas, ou a sua ideia sobre o amor, todos os seus complexos pensamentos escondidos e as consequentes reflexões secretas. - tudo isso se foi também. Um dia ouvi essa máxima 'toda vez que alguém morre, uma biblioteca se incendeia.' Estou vendo uma queimar diante de mim.”
A diagramação do livro é um capítulo a parte. A textura da capa é muito diferente ao toque dos dedos. O livro parece grande, mas é lido num piscar de olhos. Os bilhetes, poemas e sentimentos escritos que Lennie deixa por onde passa, estão inseridos em todo o livro deixando, no leitor, a sensação de estar em contato com toda a intimidade e emoções das irmãs. As folhas também têm uma textura diferente. São mais grossas e as letras são azuis. Todos estes detalhes provocam um “clima” diferente na leitura do livro.
Como já mencionei anteriormente, “O Céu está em todo lugar” pode não ter sido o melhor YA que já li na vida, mas é um dos melhores. Pode não ter superado “Eu te darei o Sol”, mas, sem sombra de dúvidas, é outra inspiração magnífica de Jandy Nelson que passou a ser uma das minhas autoras internacionais favoritas.
Para quem busca uma história de dor, conflitos, busca, aceitação, superação, amadurecimento, com toque de humor, com certeza vai se apaixonar por “O Céu está em todo lugar”.
 “Anos atrás, estava deitada no jardim da vovó e Big perguntou o que eu estava fazendo. Disse-lhe que olhava para o céu. Ele respondeu - Essa é uma concepção errada, Lennie, o céu está em todo lugar, começa aqui, aos nossos pés.”
Li, gostei e recomendo.

Beijos e até a próxima.



Créditos 
Resenha: Vanda Costa
Diagramação: Vanda Costa




[Lançamentos] Noites de São João - Ubirajara da Silva Santos

Olá Clubenautas, tudo bem? Amanda Bonatti aqui, trazendo para vocês mais um lançamento, desta vez da Editora Arwen. Um livro maravilhoso, muito emocionante que tive o prazer de revisar: Noites de São João.

Sabem aqueles livros mágicos, que nos trazem lágrimas aos olhos? É de um livro desses que estou falando. Delicado, repleto de poesia e ensinamentos, essa história o levará a viajar em suas doces palavras.
Vem comigo para saber mais sobre o autor e obra:


Biografia do autor:


Ubirajara da Silva Santos é professor, contabilista e escritor. Nasceu em 1961 na cidade de Vacaria no Rio Grande do Sul. Após se tornar órfão de mãe aos nove anos de idade, enfrentou as barreiras da miséria, do abandono e das vicissitudes da vida. Formado em 1992 no curso superior em Ciências Físicas e Biológicas, lecionou por cerca de dez anos em escola pública estadual. Atualmente trabalha como profissional liberal contábil e nas horas vagas se dedica a escrever romances e poesias.



Sinopse Noites de São João:

“NOITES DE SÃO JOÃO”, classificado como Romance de Aventura, é um livro indicado para todas as idades. Escrito em linguagem simples, de leitura agradável, delicada e romântica, prioriza a ética e os bons costumes nas relações das famílias com a comunidade e a escola, bem como a preservação das tradições regionais na formação da cultura e cidadania dos jovens da pacata cidade catarinense de Palhoça.
O enredo mostra a luta da família Jenaro pela subsistência e a realização dos sonhos da filha em disputar o tão cobiçado título de “Miss caipira 1977”, na grande festa Junina de Palhoça.
“Noites de João” é uma aventura fascinante e de tirar o fôlego. Com certeza o leitor irá jubilar de alegria pela conquista do vencedor (a), ou chorar de emoção pelas disputas acirradas entre os alunos, tanto nas gincanas da escola, como nas disputas da Supergincana em missões às terras distantes, em direção à grande metrópole Paulista, em busca de receber também, das mãos do prefeito, a chave da cidade.



Frases do livro:
...quando sentires a minha falta, estarei lá, na sombra do arco-íris. Se estiveres com saudades, não te preocupes, através dos ventos escutarás a minha voz e no zunido das ventanias nas janelas, ouvirás as minhas canções.
Na calada da noite sentirás lembranças, nos redemoinhos das folhas secas de outono verás as minhas danças e contemplarás a minha face nas noites de lua cheia.

Quando a tristeza invadir o teu coração e tuas lágrimas rolarem pelo teu rosto, a minha alma sentirá nas gotas de orvalhos sobre a relva as tuas dores e apararás as tuas lágrimas nas garoas finas de verão. E quando caminhares entre os lírios dos campos, verá o meu sorriso, e no subir da cerração o meu amor...


Gostou? Eu amei! para comprar o seu visite o site da Editora Arwen.



Beijos e até a próxima indicação



[Lançamentos] Só uma vez - Editora Xeque Matte

Olá! Vamos de resenha? Hoje apresento a vocês o livro "Só uma vez" da autora Fernanda Patrocínio, e que será lançado pela editora Xeque Matte. Vem comigo!

Sinopse: 
Só Uma Vez é a história de Rachel, uma adolescente que adora liberdade, seus amigos e seu skate. Mas ela vive em conflito com sua mãe, que é viúva e superprotetora. As coisas começam a mudar quando ela se envolve com um cara mais velho, irresistível e muito controlador. Ela vai entender que cuidado e repressão são coisas bem diferentes, e que ela precisa do primeiro, nunca do último. 


Sobre a autora:  
Fernanda Patrocínio nasceu em Brasília e se formou em jornalismo na UnB. Trabalhou com TV, fez vários cursos de roteiro e escrita criativa. Posta alguns escritos na página do Facebook "História pra Contar" e nas horas vagas, toca trompete com suas fanfarras de carnaval. 
Sobre a obra:
Só uma vez

A obra Só uma vez, conta a história de Rachel, uma adolescente que deseja viver tudo, de preferência "agora", assim como são a maioria dos adolescentes, imediatistas. No entanto ela tem uma mãe superprotetora e, que aos seus olhos, parece sempre não a entender... 
Eis que em uma viagem com a mãe, ela conhece um garoto "quase perfeito", que vai mexer com seu coração e com sua vida, mas além disso, com a sua rotina de um modo geral. 
De repente, todas as coisas que ela gosta de fazer, bem como as suas amizades, começam a ser desvalorizadas por esse "namorado", e ela se vê em uma relação repleta de cobranças e que passa a não fazê-la feliz. É uma história sobre o amadurecimento de Rackel, de amor com sua família e com seus amigos e também de amor próprio.

Só uma vez é uma obra bastante sucinta, de linguagem clara, rápida e em que os fatos vão se desencadeando um após o outro de maneira fluida. Um livro muito leve e gostoso de ler.

O público-alvo, dado as características do texto, abrange em sua maioria adolescentes e jovens. 
Gostou da indicação? Então deixe seu comentário aqui no post. Beijos





Amanda Bonatti
Escritora e Revisora de textos

[PROMOÇÃO] Corações Destinados de Ingrid M. S.


Corações Destinados

Ano: 2017 / Páginas: 318
Idioma: Português
Editora: Independente

Sinopse

Bianca nunca teve uma vida fácil. O pai a culpa pela morte repentina da mãe devido a complicações no parto, tratando-a como uma assassina, e entregando-se ao vício do álcool. É por isso que Bernardo, o filho mais velho, dedica-se a proteger a irmã, pelo menos até ser expulso de casa. 

Aos dezoito anos de idade, Bianca finalmente vai morar com o irmão, determinada a esquecer o pesadelo em que vive. Porém, quando as coisas parecem estar se ajeitando e ela está prestes a alcançar a tão sonhada felicidade, um acontecimento infeliz interrompe seus planos. 

É neste momento que Gabriel aparece como um anjo disposto a resgatá-la da escuridão. Ele mostra a Bianca que a força do amor é capaz de curar as mais profundas feridas. Mas para isso ela só precisa se abrir para o perdão.


O e-book de Corações Destinados vai estar disponível do dia 
10/10 até o dia 16/10 na Amazon por apenas 2,99
Você que já tem e leu, que tal deixar a sua avaliação lá na Amazon?